Pés de princesa

Alessandra Quedi 9 de junho de 2008 3

phpmuLPSC

Pés macios, com a pele lisinha e unhas bem-feitas, pintadas de esmalte clarinho ou escuro… Os homens adoram e as mulheres também! Mas basta começar a temporada dos sapatos fechados e, pronto, eles ficam relegados a segundo plano, com pedicure bimestral e olhe lá. Nada disso: essa parte do corpo merece cuidados religiosos 365 dias por ano. Parece exagero, mas lembre-se: os pés sustentam todo o peso do corpo, nos levam para os lugares e, às vezes, são castigados em calçados nada confortáveis. Não é à toa que são vítimas fáceis de problemas que vão de micose a calos. Para tudo isso, há maneiras simples de prevenir e tratar. Depois, é só enfeitar os pezinhos: aprenda a pintar as unhas em casa com o passo-a-passo.

Calos sob controle

As calosidades são resultado do espessamento de certas regiões dos pés, causado pela pressão da superfície rígida de sapatos e sandálias contra a pele. Quanto mais desconfortável e apertado o calçado, maiores as chances de desenvolver os feios calos. Na hora de comprar, verifique se o couro é macio e se a sandália não aperta em determinados lugares. Salto alto deve ser reservado para ocasiões especiais. ‘Para ficar alta no dia-a-dia, prefira as plataformas, que distribuem melhor o peso e são mais confortáveis’, recomenda a dermatologista Lúcia Arruda.

Xô, micose!

Esse distúrbio de verão também pode atacar quando a temperatura abaixa e os pés passam muito tempo presos em sapatos fechados. ‘A transpiração aumenta e a umidade é ideal para a proliferação dos fungos causadores de micoses’, explica Edvaldo Costa, coordenador técnico da Doctor Feet. Para controlar a transpiração é aconselhável usar talco ou aplicar desodorante anti-séptico e antitranspirante nos pés e dentro dos calçados. E também optar por meias de algodão – fuja das sintéticas –, além de evitar sapatos com solado de borracha. Jamais calce o mesmo tênis ou sapato dias seguidos. Enxugar os pés corretamente é outro cuidado importantíssimo para evitar as micoses. Segundo a dermatologista Lúcia Arruda, não basta pisar no tapete do banheiro. ‘Reserve uma toalha pequena apenas para os pés e seque bem entre os dedos.’ Você pode até usar o secador na temperatura fria.

Talco líquido Sport, da Hidrogen (R$ 12,20) Pó Tenys Pé, da Baruel (R$ 4,33) Desodorante aerosol Efficient, da Rexona (R$ 7,10)

Alívio imediato

Escalda-pés, massagem, creminhos aromáticos… Seus pés merecem um carinho especial depois de um dia de trabalho cansativo. Siga este roteiro para relaxá-los:

O bom e velho escalda-pés continua sendo um santo remédio para aliviar a sensação de peso e dor que ataca os pés no final do dia. Faça como alguns dos melhores salões: encha uma bacia de água morna para quente, espalhe bolas de gude por todo o fundo e adicione sais de banho com aroma de menta, ervas ou cânfora. Pressione os pés contra as bolinhas e relaxe por 5 a 10 minutos.

Uma maneira mais rápida de dar um fim ao cansaço dos pés é fazer uma massagem depois do banho. A manicure Sandra Santos, do Jacques Janine da Vila Nova Conceição 1, de São Paulo, ensina: besunte as mãos com creme à base de cânfora e faça movimentos circulares na planta dos pés, nos dedos e na panturrilha, sempre de baixo para cima.

Sal efervescente Ervas, do Boticário (R$ 40,25) Creme refrescante Mentol, da Yamá (R$ 2) Sal efervescente, da Maracujá Brasil (R$ 14,80)

Cuidados básicos

Cuidar dos pés 365 dias por ano não dá tanto trabalho como você imagina. Basta espalhar todos os dias um creminho, logo depois do banho – se você tomar dois, serão duas vezes! E fazer o ritual completo (descrito abaixo e nas próximas páginas) pelo menos a cada 15 dias – com ou sem esmalte. Se perceber rachaduras no calcanhar, repita o passo mais vezes durante a semana, até o problema sumir. Pronto: seus pés ficarão bonitos e saudáveis o ano inteiro. Para bancar a pedicure profissional em casa, tome alguns cuidados:

Um erro comum é cortar as unhas rente demais ou cutucar o cantinho. Evite fazer isso: a região ficará dolorida e haverá risco de encravamento.

Outro engano é lixar demais o calcanhar na tentativa de afinar a pele. Errado: se exagerar, o organismo reage e a pele engrossa ainda mais. Opte por pedra-pomes em vez de lixa, se sua pele for do tipo sensível.

Creme com AHA Foot Works, da Avon (R$ 11,99) Loção Pé Suave, da All Nature (R$ 9,90) Máscara Pedicure Mask, da OPI (R$ 59)
Creme para cutícula Karité, da L’Occitane (R$ 95) Alicate de cutícula da Mundial (R$ 14,90) Lixa Dupla Face da Rafaine (R$ 4)
1. Deixe os pés numa bacia de água morna com espuma de banho hidratante por 5 minutos, no máximo. 2. Corte as unhas retas, sem tirar ou cutucar os cantinhos. Coloque creme em todo o redor da cutícula e massageie. 3. Depois de o creme ser absorvido, empurre a cutícula com delicadeza. Não empurre demais, nem cutuque dentro.
4. Cuidado ao usar o alicate: segure-o bem firme na parte da frente. Remova apenas a pele em excesso. Não cutuque. 5. Espalhe esfoliante em todo o pé e faça movimentos circulares. Enxágüe e lixe o calcanhar, sem exagerar. 6. Antes de dormir, aplique uma porção generosa de hidratante à base de uréia ou lactato de amônia e coloque meias.

Visual legal

Pintar as unhas dos pés em casa requer alguns acessórios e, principalmente, tempo para fazer tudo com calma, paciência e delicadeza. Reserve um momento do seu sábado ou de um dia sem muitos compromissos. Não tenha pressa. Este é um excelente ritual para esquecer os problemas e pensar apenas em você e em sua beleza.

Prepare-se montando um kit básico de pintura: lixa, polidor, algodão, pau de laranjeira, base, esmalte e removedor. Ao escolher a cor do esmalte, use o bom senso. Se você prefere exibir um visual clean ou não tem mão firme e habilidade com o pincel, evite os tons escuros. Use apenas base ou opte por esmaltes claros, com transparência.

Veja algumas opções consagradas logo abaixo. Segundo a manicure Regina Guanás, que faz as unhas de Daniella Cicarelli e Julia Petit, o esmalte Renda, da Risqué, é um dos preferidos das clientes.

Esmalte Renda Risqué, da Niasi (R$ 2,20) Esmalte Suave Cobertura, da Xuxa (R$ 4) Esmalte 92, da Artdeco (R$ 26) Extra Brilho Risqué, da Niasi (R$ 2,20) Esmalte fortalecedor Orvalho, de Colorama/ Maybelline (R$ 4,90) Base da Nivea (R$ 14)
1. Lixe a parte de cima da unha e, em seguida, as laterais. Deixe a lixa na vertical e lixe. Depois, incline-a um pouco para ovalar a pontinha. 2. O polimento bem feito remove resíduos que ficam sobre a unha. Passe primeiro o lado cinza para lixar e, em seguida, o branco, para polir.
3. Passe base em todos os dedos. Se quiser, coloque por cima um esmalte de sua preferência. Tire o excesso com a ajuda do pau de laranjeira. 4. Para o dia-a-dia, nada melhor do que um esmalte clarinho transparente, que dá a agradável impressão de higiene total.

Surpreenda!

Você só usa base nas unhas dos pés e nada mais? Que tal surpreender o namorado, ousando com um esmalte bem escuro? Está sempre na moda – basta dar uma espiada nos pés de Luma de Oliveira, Luana Piovani e outras famosas – e alguns homens adoram. Para dar certo, no entanto, é importante seguir algumas dicas:

Para maior contraste e destaque, prefira cores puras, como marrom e vermelho, sempre em versão fechada e mais escura.

Algumas mulheres gostam de usar esmalte escuro nos pés e clarinho nas mãos. Mas, se você quiser, nada impede de usar tom escuro em tudo. Você faz o seu estilo!

Para manter o esmalte bonito, aplique um extrabrilho a cada 3 dias. Vai parecer que você acabou de fazer as unhas.

Se lascar o esmalte, tire tudo. É melhor do que exibir um look detonado.

Esmalte Ritual Color, de Helena Rubinstein (R$ 63) Esmalte Black, da Impala (R$ 1,70) Esmalte Terracota de Colorama/Maybelline (R$ 1,90)
1. Mantendo o pincel na vertical espalhe esmalte escuro nas unhas. 2. Para remover o excesso, sem estragar o esmalte, deixe o pauzinho reto. 3. Espalhe uma camada de extrabrilho para o esmalte durar mais.

Tire o esmalte

Evite acetona. O jeito certo de remover seu esmalte é usar um removedor mais oleoso, que não resseca as unhas. Segundo Regina Guanás, do salão M.G. Hair Design, de São Paulo, o truque para tirar bem esmalte escuro é aplicar, antes, uma camada de extrabrilho. Sai bem mais fácil, acredite! Veja dica ao lado sobre como posicionar o algodão e livre-se do seu esmalte escuro rapidinho.

Removedor Oleoso Risqué, da Niasi (R$ 4) Removedor Tiresmalt, da Impala (R$ 6,20) Para o esmalte não impregnar cantos, passe o algodão da base para a ponta da unha, não de uma lateral para outra.

Fotos: Marcelo Tinoco/Editora Globo; fotos (still): José Amaral; produção: Andrea Vilas Boas; pedicure: Regina Guanás/MG Hair Design Lingerie: Plié/Jogê, Any Any; sandálias:Mezzo Punto; tapete: Século By Kamy; toalha: Tok & Stok, Mundo do Enxoval

3 Comentários »

  1. osvaldo justino correia 12 de maio de 2009 at 09:55 - Responder

    eu me chamo osvaldo eu estou fazendo um curso de pedicuru eu queria saber mais como fazer nao machucar muios as crientes eu demoro muito pr tirar cuticulas dos pe das crientres voceis pode me ajudar pr mim ser mais um pouco rapidos

  2. keit 19 de março de 2009 at 18:37 - Responder

    queria saber se eu usar esmalte de quem tem micose eu corro risco de pegar tbm?

    obrigada

  3. marta 7 de janeiro de 2009 at 18:16 - Responder

    o extra brilho não mancha sobre tons escuros?

Deixar uma Resposta »