Contraturas nas costas

Alessandra Quedi 10 de dezembro de 2013 3
Contraturas nas costas

Cada vez mais as pessoas sofrem com contraturas musculares devido ao sedentarismo, as horas que passamos em frente ao computador ou o estresse, mas também devido a questões emocionais ou problemas nos órgãos.
Uma contratura é, tecnicamente, uma contração continuada e involuntária do músculo ou algumas de suas fibras. A zona afetada pode estar volumosa, dolorida e/ou impedindo a correta mobilidade.

 Psicossomática das contraturas

As contraturas não são somente uma questão física. Elas também têm um lado emocional, relacionada com uma emoção que não foi manifestada, ou seja, ficou retida em vez de ser expelida. De acordo com a zona que temos a contratura, ela possui um significado ou outro:

Romboides: raiva
Trapézios: incapacidade e frustação
Cervicais: excesso de responsabilidade
Dorsais: medo
Lombares: frustrações

Se tivermos uma contratura uma vez não precisamos dar muita importância a ela, mas devemos prestar atenção se ela acontecer repetidamente no mesmo lugar. Nesse caso, devemos mudar alguma atitude.

 Os órgãos

Além de estarem relacionadas com as emoções, as contraturas também podem ser causadas pela inflamação do órgão que há por baixo do músculo. Neste caso, as mais habituais são:

 Rins: parte superior das lombares
Fígado e vesícula: parte central superior do lado direito e trapézio direito.
Estômago: parte central superior do lado esquerdo e trapézio esquerdo. Coração: cervicais
Pulmão: trapézio esquerdo

Terapia com ventosas ou cupping

Esta técnica é um antigo método terapêutico que era empregado na Medicina Tradicional Chinesa e que consiste em usar uma espécie de xícaras de cristal que fazem um efeito de vácuo para se pregarem ao corpo, succionar a pele e parte dos músculos, abrir os poros e mover a circulação sanguínea e linfática.

Desta maneira o músculo desinflama e a dor é aliviada em 10 ou 15 minutos. Ainda que possamos ir a um terapeuta, também podemos adquirir o lote de ventosas em centros de medicina natura ou medicina chinesa e fazer em casa. Há algumas ventosas que vem com um aparato para succionar e são as mais seguras e fáceis de usar.

Também podemos aplicar um pouco de óleo de gergelim ou de amêndoas e arrastar a ventosa para massagear a zona.

Se existe uma inflamação veremos como ela se envermelha e escurece, e é possível que os sinais persistam durante alguns dias, mas em poucos minutos notaremos muita melhoria. Além disso, também melhorará o órgão correspondente a essa zona nas costas.

Barras de enxofre

As barras de enxofre são uns cones amarelos deste mineral que funcionam de maneira bem simples. O enxofre é um mineral que tem a propriedade de absorver a eletricidade estática.
Ao passar a barra pela zona afetada você pode ouvir como elas rangem e em certas ocasiões se partem em duas ou mais partes, pois se colapsam.
Quando isto acontece essa barra já não pode ser reutilizada. Se a barra não se parte você pode submergi-la dois minutos em água fria e usá-la novamente.
Esta técnica é muito usada em países sul-americanos.

Alimentação

Enquanto temos contraturas devemos cuidar muito da alimentação, evitando alimentos inflamatórios e aumentando o consumo daqueles que desinflamam. Quais são eles?

 Alimentos que desinflamam:

Sucos naturais de fruta e hortaliças (cenoura, aipo, etc.)
Pimenta vermelha
Sementes de Chia
Nozes
Chá verde
Gengibre
Abacaxi
Mamão
Brócolis

Alimentos que inflamam: 

Lácteos
Açúcar branco
Carne vermelha
Farinhas refinadas
Alimentos fritos

Três remédios antigos

Ponha compressas alternadas de água morna e fria na parte dolorida, massageie com óleo de gergelim morno e paralelamente tome infusões de boldo e alecrim, três copos por dia.
Ferva água com gengibre e nessa água coloque uma toalha. Coloque primeiro nas costas uma toalha seca, e depois a toalha com gengibre. Tape toda a zona com outra toalha seca e deixe por 5 minutos.
Ferva uns minutos folhas inteiras de couve verde. Deixe esfriar uns segundos e aplique diretamente sobre a pele. Pode cobrir com um pano ou gaze.

3 Comentários »

  1. Dionísia Reis 13 de dezembro de 2013 at 14:03 - Responder

    suas matérias são ótimas,parabéns.

  2. Dionísia Reis 13 de dezembro de 2013 at 14:02 - Responder

    Adoro suas matérias parabéns.

Deixar uma Resposta »