Varinha de condão: será mesmo que o tamanho é fundamental?

Alessandra Quedi 27 de junho de 2008 1

phpMxsKix

Ou o que importa é a mágica que pode fazer? Fomos descobrir com especialistas até que ponto o tamanho do pênis faz diferença no prazer que dá à mulher.

Por Camilla Cremácio

Quando a menina é pequena, falam para ela a história de que uma fada realizará seus maiores desejos com uma varinha de condão. Para os meninos não é assim. A versão é outra. Dizem que ele e sua varinha vão crescer e, com isso, realizar os maiores desejos das mulheres. Não tem jeito. Todo homem chega à vida adulta com a idéia de que seu poder está diretamente relacionado ao número de centímetros que mede seu pênis ereto.

É uma questão de cultura. Aqueles contos de que é possível saber quanto mede o instrumento apenas observando o tamanho da mão, do pé, do antebraço ou do nariz são tão verdadeiros quanto aquela outra de que nasce espinha no rosto ou pêlo na mão se o cara se masturbar. Algumas vezes o porte físico coincide com a medida do órgão sexual. E é só coincidência. Geralmente, é a genética que determina isso.

O TAMANHO NÃO IMPORTA nem um pouco, nem em comprimento, nem em diâmetro. A vagina é uma estrutura elástica que se adapta a um pênis de qualquer tamanho”, sentencia Carla Cecarello, psicóloga e sexóloga responsável pelo site www.projetoambsex.com.br. O canal da vagina que acomoda o pênis mede de 7 a 8 centímetros quando em repouso.

Na fase da excitação, o útero se eleva e aumenta esse canal que passa a ter entre 14 e 16 centímetros. E isso é o mais longe que o pênis, tenha o tamanho que tiver, vai chegar. “Não quer dizer, porém, que um homem com um órgão maior que 16 centímetros vai machucar a mulher ou deixar de sentir prazer. Para que os dois cheguem ao orgasmo, basta que a cabeça e metade do corpo do pênis penetrem a vagina”, explica Carla.

Nessa história, como em outras questões (berros na cama, por exemplo), o cinema de sexo explícito tem culpa no cartório. Os filmes pornôs, por sobreviverem de imagem, exibem sujeitos com paus descomunais, que não representam a realidade da grande maioria dos homens (se representa a sua, lembre-se que só tamanho não basta). Por isso, alguns ficam traumatizados com seus pênis “normais”.

Mas eles não são os únicos afetados. Há mulheres que também criam expectativas em relação ao tamanho do pênis de seus futuros parceiros e se frustram muitas vezes com tanta expectativa. Sim, existem as que já deram para trás, ou melhor, deixaram de dar porque consideraram o instrumento insatisfatório. Segundo a psicóloga, essa atitude é mais do que condenável.

“Isso só prova que elas são tão desinformadas quanto aqueles traumatizados. As mulheres podem deixar de transar com homens bons de cama por preconceito”, declara. Mas também existem as que se espantaram com o tamanho, ou a falta dele, encararam e acharam bom. O que importa, e isso é opinião unânime entre elas, é que o cara mande bem. E “mandar bem” significa que você deve ser um bom amante. “Ao invés de se preocupar com o tamanho do pênis, ou se gabar, o homem deve saber dar prazer na cama”, afirma a médica.

UM BOM AMANTE TEM PEGADA. Ele deixa que a mulher seja sacana. “Elas carregam dentro de si uma puta, louca para sair. Puta no sentido de fazer de tudo. Só que a sociedade ainda é machista e a mulher espera que o homem dê aval para que ela mostre esse lado”, conta a psicóloga. Então, meninos, deixem o tamanho da varinha para lá e aproveitem a mágica que vocês sabem proporcionar.

Fotos: Símbolo Press

Fonte: Itodas – Corpo e Dieta

1 Comentário »

  1. ENOQUE 9 de novembro de 2009 at 10:58 - Responder

    namoro uma menina e ja transamos umas quinze vezes e em todas transas capricho muito nas preliminares e no ato propriamente dito transamos na grande maioria das vezes, mais de cinquenta minutos direto, entretanto, depois da quarta ou quinta vez que saimos eu a perguntei se ela gozou alguma vez, ele me disse que nunca gozou comigo, mas, antes de sairmos a primeira vez, ela disse que em todas as vezes que transou com seu ex namorado ela gozava em varias posicoes, nao entendo porque ela tambem me disse que ele nunca caprichava nas preliminares e que eu sou muito mais gostoso e dedicado. transamos em diversas posicoes e em cada posicao eu demoro muito mais que o ex dela, segundo ela, e ela tambem disse que eu faco muito gostoso, entao porque ela nao goza comigo. se tanto eu quanto ele transamos com ela no mesmo motel. outra coisa eu a perguntei que diferenca havia entre eu e o ex dela, ela me disse que o penes dele e bastante avantajado e bem mair que o meu, mas, nao a machucava. o meu penes tem 11 cm, segundo ela o dele era o dobro e bem mais grosso. ela tambem me disse que um outro antes do ex namorado dela tambem a fazia gozar sempre e coincidentemente tambem era avantajado. ela demonstra claramente que esta apaixonada por mim, nosso relacionamento e excelente, como explicar o que esta acontecendo?

Deixar uma Resposta »