Prisão perpétua para ator e lutador de UFC por crimes de abuso e morte

Alessandra Quedi 14 de janeiro de 2012 0
Prisão perpétua para ator e lutador de UFC por crimes de abuso e morte

Nossa…cada dia aumenta a violência contra mulher, esta complicado.

O ator Joe Son, o Random Task do primeiro filme da saga “Austin Powers” e também lutador de UFC cumpria pena por ter torturado uma mulher quando matou o colega de cela, detido por um crime sexual. Segundo o jornal norte-americano Chicago Tribune, Joseph Hyungmin Joe Son é o único suspeito de matar o homem com quem dividia a cela.

Son interpretou Random Task, um vilão asiático inspirado na personagem Oddjob no filme Goldfinger da saga James Bond, em Austin Powers, filme de 1997. Na época o ator norte-americano nascido na Coreia do Sul era suspeito de rapto e abuso de uma mulher em 1990. A sentença do caso, entretanto julgado, só foi conhecida em Setembro de 2011.

O ator que também era lutador de artes marciais sequestrou uma mulher que passeava com seu cahorro nas proximidades de sua casa em Los Angeles em 1990. A mulher foi levada a força para seu veículo junto com seu cúmplice Lopez Gaitan.

No carro o ator Joe Son e Lopes Gaitan aterrorizaram a vítima de todas a maneiras possíveis e a levaram para Comptom um dos bairros mais perigosos de Los Angeles. No local ela foi agredida e abusada sexualmente pelos homens. O ator ameaçava matar a vítima a todo instante com um revólver, porém horas depois a soltou com os olhos vendados com suas roupas.

Vinte anos depois os investigadores conseguiram provar no tribunal que os suspeitos dos crimes de rapto, agressão, abuso sexual oral, anal, abuso com objeto, fossem condenados pelo ato de tortura.

No último mês de Setembro o ator Joe Son foi condenado a prisão perpétua sem direito a condicional por matar o companheiro de cela.

Fonte: Imigrantesbrasil.com

Deixar uma Resposta »