Saiba as verdades e mitos sobre a dieta sem glúten

Alessandra Quedi 2 de novembro de 2011 0

Parece que está na moda fazer uma dieta sem glúten. Desde 2003, todos os fabricantes brasileiros são obrigados por lei a indicar nas embalagens de produtos se eles contêm ou não glúten.

 O glúten é uma substância muito importante para o corpo humano e por isso não deve ser cortada por causa de dietas malucas, especialmente porque nunca foi provado que uma alimentação sem glúten tenha de fato resultados na balança.

Trata-se de uma proteína que está presente em alguns cereais, tais como o trigo, a aveia, a cevada e o malte. Assim, fazer uma dieta que restringe essa substância é difícil e com custos elevados.

Dispensar o glúten da sua alimentação é uma medida drástica que só deve ser tomada se você realmente tem uma necessidade médica. Algumas pessoas acreditam que o glúten altera alguns hormônios e por isso preferem deixá-lo de fora da sua alimentação. Este é o caso da atriz Gwyneth Paltrow, que o cortou de sua dieta.

Mas antes que você decida dar adeus a sua massa favorita, o R7 vai te explicar quando abrir mão do glúten é realmente necessário.

Quando um paciente celíaco consome glúten, seu corpo trata a substância como uma toxina e entra em modo de ataque. Essa resposta do sistema imunológico danifica o intestino delgado e pode causar dor abdominal, náuseas e vômitos, e até mesmo dores de cabeça, erupções na pele e problemas neurológicos.

Se suspeitar que tem a doença celíaca, peça ao seu médico para fazer exames de sangue para testar se você apresenta anticorpos contra o glúten. Se necessário, também pode ser realizada uma biópsia intestinal para fazer um diagnóstico mais detalhado. Nesses casos o único tratamento é renunciar completamente ao glúten.

Algumas pessoas podem não ser celíacas, mas podem apresentar uma forte intolerância a essa substância. Pessoas que sofrem desta condição podem ter dores de estômago e náuseas, mas não têm danos intestinais.

Sempre procure um médico se apresentar algum destes sintomas. Não comece uma dieta sem glúten por conta própria, o médico não pode fazer o teste para celíacos se você não tem glúten em seu sistema.

Cortar os grãos com glúten da sua alimentação pode fazer você perder nutrientes essenciais, tais como fibras, ferro, zinco e vitamina B. Se você simplesmente quer perder alguns quilos, esta não é a dieta para você. Os produtos sem glúten são altamente processados, embalados comercialmente e tendem a ter maiores taxas de açúcar, gordura, carboidratos e sódio.

Alguns produtos que não possuem glúten e são uma ótima opção para acrescentar na dieta são: farinha de milho, suco de fruta, presunto e maionese caseira, feita com óleo de soja, limão e ovo.

Deixar uma Resposta »