Você é viciado na net, então veja algumas dicas para se livrar desse vício !

Alessandra Quedi 14 de julho de 2008 3

phpyP2KCa

Em um mundo totalmente voltado para a tecnologia, é inevitável fugir das relações on-line. O problema é quando um simples hobby se torna mais do que curtição, e acaba tornando-se uma verdadeira armadilha. A coisa se torna mais difícil quando o viciado evita assumir que está passando por problemas causados pela dependência.

Listamos alguns sintomas do vício e dicas que poderão ajudá-lo a livrar-se dele:


O VÍCIO

1. Você passa mais tempo com o computador do que com as pessoas
Não interessa se eles são sua família, amigos ou pessoas que conheceu aleatoriamente – o primeiro sintoma do problema é quando você gasta mais tempo com um pedaço de metal em sua mesa do que com as pessoas. Se chegar ao ponto de não mais existirem pessoas na sua vida, é sinal que você gastou tempo demais on-line. É hora de fechar o browser e reservar uma consulta com um profissional. Um bom começo seria iniciar a busca usando a versão em papel da lista telefônica.

2. Você não respeita seus próprios limites
Uma parte do desenvolvimento pessoal é saber estabelecer metas e respeitar os limites, o que acontece quando a maior parte das pessoas não sabe quando se trata de dependência. Se você acha que consegue ficar on-line por apenas uma hora, e antes que perceba, já está indo para a cama com o computador, sem um motivo realmente forte, você está em apuros. Este engano é um claro sinal de dependência.

3. Você mente sobre seus hábitos cibernéticos
Este é um dos principais sintomas do vício em computadores. O viciado começa a sentir vergonha de contar aos outros sobre seus hábitos e habitua-se a mentir, especialmente para os membros de sua família. Mentir sobre o uso excessivo do computador é uma maneira de negar que precisa dosar sua vida e um grande sinal de alerta.

4. Sensação de incapacidade sem o computador / internet
Se você acha que não pode ir a lugar algum sem ter a internet por perto, está seriamente viciado. Um bom medidor é perguntar a si próprio se poderia fazer off-line tudo o que deveria fazer no computador e, depois, dar a alguém para executá-lo on-line. Outra pergunta crítica é: “você consegue suportar o pensamento de passar uma semana sem internet?”Qualquer que seja a resposta, a ansiedade quando você está separado de computadores é o principal sinal de que algo está fora do controle.

5. Gastos com o computador tornam-se mais importante do que outros
Se sua placa-mãe ou HD pifar e, apesar de estar com a prestação do carro, da faculdade e do cartão de crédito por vencer, você joga tudo para cima e compra as peças do computador, isso é preocupante. Quando a ansiedade de ter o computador sempre funcional exige dinheiro necessário para outras despesas, chegou a hora de pisar no freio. COMO SE LIVRAR DO VICIO Resolver a dependência pela tecnologia exige que você tenha, acima de tudo, força de vontade. Se você estiver inseguro, e, apesar das tentativas e da boa vontade não conseguir livrar-se do vício, é hora de procurar um especialista.

1. Defina limites para o uso do computador
Não vale tentar mudar seus hábitos, se você realmente não tiver decidido a encarar novos limites. Quanto tempo você levará no computador? Para que fins? Responda a essas perguntas sempre que for usar o computador e só decida agir depois de avaliá-las.

2. Retome seus relacionamentos sociais
Limite a quantidade de tempo que você vai passar on-line. Deixe claro que não haverá desculpas para a validade de uso; defina um limite de horas e minutos (assim como numa lan house) e, não importa o quê, quando seu tempo se esgotar, saia da frente do computador imediatamente.

3. Modifique sua rotina
Se você habituou-se a verificar seu e-mail antes mesmo de escovar os dentes ou assim que chega em casa, após um dia de trabalho (na frente do computador), mude sua rotina. Espere até que você tenha feito todas as suas tarefas domésticas, conversado com os filhos, brincado com o cachorro e só então, de forma racional e respeitando os limites, sente na frente do computador. E lembre-se: nada de interromper o sono na madrugada para concluir algum trabalho pendente ou dar uma passadinha para ver se chegou algum “scrap” novo no Orkut.

4. Não use o computador para fins recreativos
Este é sem dúvida um dos pontos mais difíceis. Pense: quantas pessoas com laptops no aeroporto você vê acessando o Orkut? Desnecessário? Talvez. Procure usar o computador para trabalho e e-mail. Retire todos os jogos, afaste-se das redes sociais e permaneça mais tempo com o Messenger fechado. Encontre atividades recreativas na vida real e substitua completamente o seu entretenimento.

5. Acompanhe o seu progresso
Lembre-se dos progressos que você está obtendo ao monitorar a quantidade de tempo que gasta na frente do computador. Se você passou 8 horas on-line durante uma semana, grande trabalho, tente na próxima semana reduzir ainda mais esse tempo. Certamente você terá uma vida mais saudável e equilibrada.

Fonte: O Buteco da Net

3 Comentários »

  1. Aninha 17 de junho de 2009 at 13:06 - Responder

    Eu tenhu 15 anos e eu sei q eu to viciada mto viciada ñ consigo fazr PN(porra nem uma sem meu not buck}) ñ sei se é pq eu falo com mtas pesoas e conheço mtas pessoas q eu gosto e q ñ moram na msm cidade q eu .. nu mundo real ñ tenhu tantos amigos nem nda mais nu virtual da pra fazer um exercito eu sei q eu preciso de ajuda mais ta dificil e tbm ñ qro pedri a minha mãe q me leve num pscologo eu ñ consigo estudr direito pq fiiko pensando na internet e minha vida kda vez vai fikdo mais mootona e sem graça !! eu qria largar esse vicio mais as pesoas q eu gosto estao aqii na NET >.<

  2. Kaian 28 de outubro de 2008 at 00:31 - Responder

    Sou viciado em computadores e admito,o problema que nao consigo parar!

  3. Marcio de Castro 15 de julho de 2008 at 22:26 - Responder

    Eu passo mais tempo com o computador do que com as pessoas, não respeito meus próprios limites e fico com sensação de incapacidade sem o computador e internet
    Será que sou viciado em net?

Deixar uma Resposta »