Você tem toque?

Alessandra Quedi 25 de maio de 2008 3

phpZJwIFr

Andar pelas calçadas sem pisar nas riscas. Subir na escada apenas com o pé direito, ou esquerdo. Guardar coisas e retirá-las do lugar repetidas vezes. Fechar a porta e verificar se está fechada mais do que o necessário. Ou até mesmo tocar em objetos pré – determinados pela mente.

Parece loucura, mas muitas pessoas vivem corriqueiramente perturbações indesejáveis, atos que realizam obrigadas pela sua mente, e que as tornam escravas de rituais que parecem não ter fim. TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo. O nome já diz, é um transtorno, que pode na maioria das vezes ser confundido com manias ou tiques, mas a verdade é que o TOC é muito mais sério que isso.

Você já viu alguém que aderiu em seu cotidiano “coisas mirabolantes” como: lavar as mãos de cinco a dez vezes seguidas, em questão de minutos? Ou pra toda a palavra específica dita, fazer um sinal da cruz e bater três vezes na madeira? Pois é, isso acontece com muita gente, entretanto muitas pessoas não sabem o que é, nem mesmo por que fazem, apenas sofrem sozinhas. O TOC é um transtorno mental incluído entre os transtornos de ansiedade. Manifesta-se sob forma de alterações do comportamento. O TOC vem acompanhado pelas obsessões e compulsões.

As obsessões são pensamentos, imagens e impulsos indesejados que invadem a mente, sempre acompanhados de desconforto, ansiedade e angustia. As obsessões causam as compulsões, rituais realizados para reduzir a aflição e angustia. Dentre as obsessões mais comuns estão a mania exagera e preocupação excessiva com a limpeza. As obsessões podem ainda ser imagens, palavras, frases, números, músicas, etc.

O indivíduo, no caso do TOC, mesmo desejando ou se esforçando, não consegue afastá-las ou suprimi-las de sua mente. Apesar do portador considerar aquilo absurdo e ilógico, não consegue evitar. Exemplos variados são encontrados em clínicas psiquiátricas. Em entrevista com Psiquiatra Cláudio Silvério é constatado que muitos portadores do TOC, de início não sabem que se trata de uma doença. Mesmo percebendo a falta de nexo e realidade em suas ações ela não consegue parar” O sofrimento é grande. Mas o tratamento traz uma qualidade de vida melhor para a pessoa” diz.

3 Comentários »

  1. karoline 26 de janeiro de 2011 at 00:58 - Responder

    Oie tb tenho toc esse toc as vezes me deixa irritada tentoo tirar da cabeça mas naum consigo eu penso ke algu de ruim vai acontecer comigo ou com minha familia se eu parar eu tenho maniA de tocar tres vezes em um objeto e tb fechar a porta e bater tres vezes e voltar pra ver se tah fechada e tenho tb essa mania de lavar as mâos tres vez minutos em minutos mas minha maê naum acredita ke isso é toc ella diz ke é um pantinho ke tenho mas eu vou me cuidar no psiquiatra ou no psicologo..! bjss adoreii essa conversa sob toc pelo menos me desabafei com alguem..!

  2. Nathalia 17 de junho de 2009 at 20:12 - Responder

    Oi ,
    eu tenho 13 anos de idade e quando eu quero acabar de vez com essa obssessão de TOC , eu fico sem respirar , para ter que acabar com o TOC , e eu sei o que eu tenho , como o texto falou, ate em mente de coisas que não estão em meu alcance eu tenho mania de contar 4 vezes e quando eu começo a contar eu prendo a respiração . Mas a cada dia eu tento e livrar dessa coisa que fica dento de mim , e aos poucos ja estou vendo ressultado e espero que eu consiga parar de vez .
    beijos e abaraços

  3. luciana 27 de março de 2009 at 09:39 - Responder

    olá ,como vai?eu tambem tenho esse problema de TOC, quando estou muito nervosa e estrssada e com depreção me ataca mais,ja tomei calmante mas não resolveu,vou procurara um psquiatra ou psicologo para eu resolver meu problema,pior k minha filha de 5 anos ve eu fasendo e tb esta me imitando k faço,,um abraço beijuxxx

Deixar uma Resposta »